O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

O Todesca está na janela apreciando a paisagem...

Expresso do Oriente

Expresso do Oriente

Todos a bordo

Todos a bordo

Restauração e colorização de fotografias.

Restauração e colorização de fotografias.
Caros amigos sem véus e com véus. Com muito gozo divulgo os valiosos préstimos profissionais do meu estimado amigo Reinaldo Elias, que tornou-se um tarimbado especialista em restauração e colorização de fotografias. Pelo criterioso trabalho, que envolve pesquisa e arte os preços cobrados pela restauração e colorização são módicos. Para solicitarem os valiosos préstimos profissionais entrem em contato com o meu querido amigo através do endereço eletrônico: rjelias200@yahoo.com.br Meus outonais olhos estão em água ao lembrar do já distante ano de 1962, quando minha amada e saudosa mãe me levou a uma filial das Casas Pirani, que ficava na Avenida Celso Garcia, para que seu bebezinho nº 6 fosse eternizado nesta fotografia. Embarcamos num trem de subúrbio, um reluzente trem prateado, na Estação de Santo André e desembarcamos na Estação paulistana do Brás. Lembro como se fosse hoje que levei um beliscão da minha genitora, porque eu queria a todo custo embarcar num bonde para chegar as Casas Pirani. Como eram poucas quadras de distância fomos caminhando até o paraíso do consumo. Saudades das Casas Pirani... Ontem, contei ao meu dileto amigo Gilberto Calixto Rios da minha frustração de nunca ter embarcado num bonde paulistano, que para o meu profundo desencanto teve a última linha desativada no ano de 1968, quando estávamos no auge dos nefastos e malditos anos de chumbo. No ano que fui eternizado nesta fotografia fazia sucesso estrondoso na fascinante Arte das Imagens em Movimento a película "Rome Adventure", aqui intitulada "Candelabro Italiano": https://www.youtube.com/watch?v=yLqfxLPga2E que assisti no extinto Cine Carlos Gomes, na condição de vela zeloso das minhas amadas irmãs mais velhas, a Dirce Zaqueu, Jô Oliveira e Maria Inês. Também no ano de 1962 minha diletíssima e saudosa cantora Maysa (1936-1977) deixava sua legião de fãs enternecida com a canção: https://www.youtube.com/watch?v=BeJHOAbkJcg Mãe, sempre te amei, amo e amarei. Saudades... Saudades... Saudades... Caloroso abraço. Saudações emocionadas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação e com muito gozo. PS - Apesar dos pesares acho que continuo um petiz sonhador e esperançoso de um novo dia aos moldes da inesquecível personagem Scarlett O' Hara... Max, traga meus sais centuplicado.

Miniconto

Miniconto
Depois que minha neta me eternizou nesta fotografia o telefone tocou. Ao atender a ligação fiquei aterrorizado ao reconhecer a voz de Hades...

Mimo da Monika

Mimo da Monika
O que nos espera na próxima estação?

A viagem continua

A viagem continua
O quie nos espera na próxima estação?

Lambisgoia da Agrado

Lambisgoia da Agrado
Caros confrades/passageiros sem véus e com véus. A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, me surpreendeu porque não a vi trepar (nem preciso dizer que ela adora o outro significado deste verbo principalmente no presente do indicativo) no topo da locomotiva para se exibir e me ofuscar. Caloroso abraço. Saudações exibidas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços e com muita imaginação.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.br
Caros confrades passageiros. O pertinaz duende Himineu, que trabalha - com muito afinco para o Todesca - captou e eternizou o momento que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, estava reflexiva a apreciar a paisagem no vagão restaurante do Expresso do Oriente sob meu comando. Caloroso braço. Saudações reflexivas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r

Fonte: arqtodesca.blogspot.com.r
Todos a bordo... A viagem continua...

Blogs todeschinianos

Blogs todeschinianos
Fonte: arqtodescadois.blogspot.com.br "Sonhei que o vagão joaopauloinquiridor.blogspot.com havia caído de uma ponte que ruíra... Mas, foi só um pesadelo..." Caros confrades/passageiros! Não me canso de divulgar os imperdíveis blogs do Todesca: arqtodesca.blogspot.com.br arqtodescadois.blogspot.com.br que são Oásis num deserto de alienação cibernética. É louvável a pertinácia deste notável, tarimbado e erudito ser vivente, que brinda seus felizardos leitores com ecléticas publicações que deixam patente sua vasta erudição e bem viver. Caloroso abraço. Saudações todeschinianas. Até breve... João Paulo de Oliveira Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

Continuo a espera de Godot...

Continuo a espera de Godot...
Saudações dionísicas.

Saudações leitoras.

Saudações leitoras.

Seguidores

domingo, 31 de agosto de 2014

Martin Jayo


Caros confrades/passageiros!
A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, quando soube deste anúncio foi à trambiqueira, digo, cartomante mexicana, Dolores do Rego Cansanção, que atende numa quitinete decadente lá no bairro paulistano do Glicério.
Ao deitar as cartas que, segundo a vidente, não mentem jamais, arregalou os olhos e disse que se o meu estimado amigo, o tarimbado Prof. Dr. Martin Jayo, resolver se candidatar para concorrer a vaga de Diretor, da conceituada Entidade de Ensino Superior, de pronto será contratado, porque preenche todos os requisitos para desempenhar - com primor - o rol de atribuições e atribulações deste cobiçado cargo de gestor!
Caloroso abraço! Saudações videntes!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver!

PS - Espero que o Martin me convide para ser um dos partícipes da solenidade de posse do cobiçado cargo.
PS II - Aproveito o ensejo para apresentar-lhes a cartomante mexicana.

sábado, 30 de agosto de 2014

23ª Bienal Internacional do Livreo

Caros confrades/passageiros!
O meu estimado amigo Marcos César da Silva foi um felizardo, porque teve a prerrogativa de adquirir livros na 23ª Bienal Internacional do Livro.
Pela primeira vez não saio de uma Bienal com sacolas abarrotadas de livros, porque era quase impossível flanar pelas estandes devido a multidão que estava no Anhembi.
Acho que minha amiga lusa, a Gabriela Lopes, ficaria também atarantada ao se deparar com aquela multidão.
Caloroso abraço! Saudações leitoras!
Até breve...
João Paulo de Oliveira

Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver!

quarta-feira, 27 de agosto de 2014


Caros  confrades/passageiros!
Agradeço sobremaneira os valiosos préstimos investigativos do meu estimado amigo, o confrade/memorialista Martin Jayo, que deixaria morto de inveja o nobilíssimo detetive Hercule Poirot, porque sempre desejei saber o nome do edifício que foi gravada a cena final da imperdível película brasileira de 1954 "NA SENDA DO CRIME", que nos brinda com preciosas imagens do tempo que a cidade era mais gentil, como diz o Martin, e o meu estimado amigo descobriu que a cena final foi filmada no famoso e tombado Edifício Viadutos, que foi construído por João Artacho Jurado (1907-1983).
Esta película foi produzida no ano de 1953 e lançada no ano seguinte. Como o Edifício Viadutos foi inaugurado em 1957 e nas cenas finais da película citada a construção já estava com muitos andares, suponho que o edifício demorou para ser inaugurado.
Para quem deseja apreciar imagens paulistanas da primeira metade da década de 50, bem como ver a primeira atuação, na fascinante Arte das Imagens em Movimento, da inesquecível atriz paulista Cleyde Yáconis (1923-2013), a película é imperdível!
Quem me dera ser o motorista da máquina rodante, que aparece nos créditos iniciais da película! Acho que daria uma paradinha em frente ao extinto Cine Metro (ao descer da máquina rodante teria que fechar minha capa de gabardine por conta da garoa intermitente...) para ver a programação do dia, bem como averiguar se a fila não estava quilométrica. Depois, como naquela época não estava em vigor a Lei Seca, iria no Nick Bar tomar reiteradas doses de uísque Cavalo Branco, na companha da belíssima atriz Lola Brah (1920-1981), parece que ainda ouço o seu inconfundível sotaque, bem como sinto o aroma lascivo do seu perfume dileto e depois a levaria... Considero de bom alvitre parar minhas divagações aqui, porque senão as peçonhentas e mal amadas senhoras de Santana denunciar-me-ão ao Bispo...
Por Dionísio, porque ao invés de ter me tornado um insulso professorzinho primário e coordenador pedagógico aposentado não segui a instigante carreira de ator para ao menos entrar em cena na pele de um detetive e dizer: "O assassino foi o mordomo¨?
Mas! Traga meus sais centuplicado!
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!
https://www.youtube.com/watch?v=hnucT6H76q0
Caloroso abraço! Saudações herculepoirotianas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira

Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver!

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Película imperdível: "Amar, Beber e Cantar"

Caros confrades/passageiros!
Tive um período vespertino agradabilíssimo, porque nas últimas terças-feiras de cada mês, o Espaço Itaú de Cinema, do Shopping Center Frei Caneca, promove sessões de cinema de modo gracioso para pessoas com mais de 55 anos, que é uma das atividades do Programa "Itaú Viver Mais Cinema" patrocinado por esta instituição financeira.
Isto posto, tive a grata satisfação de rever a película "Amar, Beber e Cantar" e, após a exibição, também tive a grata satisfação de conhecer o crítico de cinema, do periódico "Folha de São Paulo", Cássio Starling Carlos, que, após a exibição, discorreu - com primor - a respeito da película, bem como a respeito do saudoso cineasta Alain Resnais (1922-2014), que nos legou a sua última película.
Por conta do viés arguto, especializado e tarimbado do Cássio encarei o personagem George,que somente conhecemos através do que dizem os demais personagens, com outros vieses!
O que seria da minha insulsa existência sem as películas?
Max! Traga meus sais centuplicados!
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!
Caloroso abraço! Saudações cinéfilas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver!

PS - Na última fotografia captei e eternizei a sombra do crítico de cinema Cássio...

domingo, 24 de agosto de 2014

Cenas do cotidiano paulistano

Caros confrades/passageiros!

Tive a grata satisfação de conhecer a radiante Mariana, que me disse que todos os sábados fica em frente ao Conjunto Nacional respondendo as perguntas que as pessoas fazem a ela e depois ela pinta...
Perguntei: a realidade é um sonho dentro de um sonho?
Ela respondeu:
- Jamais saberemos.
Acho que ela pintou depois que fui embora...
Caloroso abraço ! Saudações inquiridoras!
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Rosa e Catharina


Caros confrades/passageiros!


Graças a esta fantástica tecnologia cibernética, que mudou radicalmente nosso modo de vida, bem como tornou possível conhecer pessoas, que em outras circunstâncias seriam remotíssimas esta possibilidade, que têm afinidades similares a nossa, como por exemplo o confrade/memorialista Reinaldo Elias, que mantém um encantador grupo memorialista, dedicado a cidade paulista de Conchas, que ainda hei de conhecer, que presta relevante serviço a sua cidade de nascença, ao trazer à baila preciosas fotografias, que retratam pessoas e edificações, que são preciosíssimas à memória Conchense:

Com a devida anuência do meu amigo, o pertinaz Reinaldo, apresento as distintas conchenses, Rosa Alexandre e Catharina Abud, que eram vizinhas e amigas e foram eternizadas nesta fotografia na década de 20, do século passado.
As duas amigas eram filhas de comerciantes.
Rosa era filha de Alexandre José Curi e Cara, donos da loja de tecidos e armarinhos "Casa Alexandre", na esquina das ruas São Paulo e Minas Gerais (café com leite), que na contemporaneidade continua a atender os fregueses no mesmo local. 
Segundo informou o Reinaldo é bem provável que este estabelecimento comercial seja um dos mais antigos ainda em funcionamento na cidade.
Os genitores da Rosa tiveram numerosa prole: Elias, José Fued, Felícia, Amin, Antoninho,Esmeralda e Arnaldo Alexandre.
Na esquina, que ficava a rua Minas Gerais, era a casa da Catharina, irmã de Moysés, Iracema, Elias, Martha, Adelina e Odete Abud, que deixou de existir na idade primaveril aos 17 anos. 
Na parte da frente da residência da Catharina ficava a loja da família, também de tecidos e armarinhos, onde o irmão Moysés Abud atendia os clientes de maneira cativante.
Fiquei encantado em conhecer as duas amigas conchenses!
A amizade das vizinhas deixa patente que, apesar das famílias serem comerciantes do mesmo ramo de atividade, as questões mercantilistas não causavam rivalidade, possibilitando inclusive sólidos laços de amizade, como o da Rosa e da Catharina.
Fico com uma sensação inefável quando me deparo como fotografias antigas e, mais ainda, quando não tenho nenhum vínculo com os retratados, porque divago sobremaneira sobre o modo de vida daqueles que já não estão mais entre nós e seus despojos mortais estão depositados num "campo santo" como dizia minha saudosa mãe (1923-2008).
Enquanto estas duas jovens, possivelmente esperavam a chegada dos príncipes encantados que as fariam viverem felizes para sempre, na fascinante Arte das Imagens em Movimento, ainda na fase muda fazia sucesso a película: "Der Müd Tod", de 1921, aqui intitulada "A Morte Cansada":

LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!
Ou então o frenético ritmo Charleston, que deixou marcas indeléveis nos "anos loucos"
Vamos em frente, porque o que nos espera é a não existência.
Caloroso abraço! Saudações memorialistas/familiares!
Até breve...
Maria Paula Cosme
Felipe Alexandre Herculano
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

O que nos espera?


Caros confrades/passageiros!
Me recuso - com veemência - a assistir o Horário de Propaganda Enganosa.
Fico profundamente constrangido quando vejo, na imprensa escrita, candidatos carregando criancinhas, tomando caldo de cana ou cafezinho, comendo sanduíche de mortadela, pastel, abraçando pessoas carentes ou então aquelas que estão num depósito de velhos a espera da não existência, candidata fazendo de conta que é dona de casa (apesar de sabermos que qualquer dona de casa não vai à cozinha preparar uma refeição impecavelmente vestida como se estivesse pronta para ser madrinha de casamento), candidata que fala que escapou de acidente aéreo por conta "da providência divina" [sic], candidatos que apresentam como se fossem de suas autorias projetos que já estão em execução.


Depois de ver o Lula abraçando o Collor e apertando a mão de Maluf, finalmente me dei conta que os partidos políticos - para chegarem ao poder - são capazes de "vender a mãe num mercado persa".

Claro que jamais tomarei a medida drástica de ingerir cicuta, bem como ficar sob a égide de Cassandra, todavia não tenho esperança de ter um Mandatário Maior no Poder Executivo no âmbito Federal, que atenda de fato preceitos Constitucionais, que atendam plenamente o direito do cidadão de ter Saúde, Educação e Segurança de qualidade. Não é para isto que somos obrigados a pagar altíssimos impostos?

Por que tem que ser assim?
Somente me resta rogar:
Valha-me Nossa Senhora do Eleitores Enganados, Inconformados, Desiludidos, Humilhados, Desrespeitados, Ressentidos, Apatetados, Desprezados, Fo... rçados!
Além, é claro, de solicitar reiterados vezes o pó de pirlimpimpim à boneca Emília e ao Max os sais centuplicados!
O que seria da minha insulsa existência sem as fantasias?
O SHOW DEVE CONTINUAR!


Ao invés da Propaganda Enganosa vamos assistir o filme noir de 1953 "The Big Heat", aqui intitulado "Os Corruptos"?



LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!





Caloroso abraço! Saudações incoformadas!

Até breve...

João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Festival do Livro e Leitura de Diadema

Caros confrades/passageiros!
É sempre como muita satisfação que divulgo, a exemplo da minha estimada confrade lusa, a leitora voraz Gábi, eventos que promovam o livro!
Isto posto, com muito gozo, divulgo este Festival do Livro,que tornar-se-á um fato graças ao patriocínio da municipalidade diademense!
Caloroso abraço! Saudações leitoras!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Mais um mimo do Todesca

http://arqtodesca.blogspot.com.br/

Mexericos da Joan Crawford IV



Caros confrades/passageiros!  
Trim.... Trim... Trim... Trim... Trim...
JP - Hello, digo, alô, quem fala?
GT - Sou eu, seu tierneyano de meia tigela. Estou estupefata em saber que meu fã ardoroso nº 1 e vassalo mor, que espalha aos quatro ventos que eu sou sua deusa das deusas de todas as deusas, bem como sua amada imortal, não reconheceu minha inconfundível voz?
JP - Peço-lhe de joelhos e mãos postas perdão, minha amada imortal, ocorre que a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê,  estava ouvindo no último volume, na cabine nº 5 do vagão do Expresso do Oriente sob meu comando,  a canção lasciva: 
https://www.youtube.com/watch?v=j9Zw4LeSt2w
por este motivo não reconheci de pronto sua inigualável voz.
GT - Esta desculpado. O motivo do meu telefonema é que fiquei exasperadíssima quando recebi um telefonema da minha amiga Joan Crawford, que disse-me que você teve a audácia de acender novamente o cigarro daquela minha desafeta, a insulsa Bette Davis. Você me prometeu, também de joelhos e mãos postas, que jamais voltaria a arrastar as asas para aquela que tem dois olhos, que mais parecem dois holofotes. Agora é um ultimato: ou você venera a minha desafeta ou promete solenemente que ao chegar no Olimpo me servirá uvas e vinhos, bem como atenderá todos os meus divinais desejos?
JP - Juro pela castidade dos anjinhos barrocos (ui) que a mexeriqueira da Joan Crawford está mentindo, porque na verdade no ano passado ela me ligou para tentar me convencer a tornar o fã ardoroso e vassalo mor dela, bem como ficar ao seu inteiro dispor quando chegar a minha vez de ir para o Olimpo. Quando disse um veemente e enérgico não ela ameaçou que mandaria o Dana Andrews  dar uns tabefes no dia que eu for para o Olimpo.
GT - Valham-me irmãos Lumière como pude ser traída por aquela que até então considerava amiga.
JP - O meu fiel mordomo, o Max, é testemunha do meu veemente repúdio a proposta da Joan Crawford, inclusive me parabenizou quando bati o telefone na orelha dela.
GT - Dar-lhe-ei mais um voto de confiança, mas esta será a última vez que o perdoo. Como castigo deixo a seu critério ler um dos livros da lavra do Paulo Coelho. Após a leitura quero uma monografia de 47 páginas discorrendo sobre o perfil psicológico dos personagens, bem como  a genealogia do autor até o tempo que a Península Ibérica esteve sob o domínio dos Visigodos.
A ligação foi interrompida de supetão!
Até então nem que me pagassem uma estadia de três dias a Dallas para visitar o jazigo da minha amada imortal, tendo como condição ler um livro do Paulo Coelho e agora como castigo terei que ler...
Ai de mim. Ó dia. Ó céus. Ó ano. Ó dor.
Só pode ser praga da lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê.
Max! Traga meus sais centuplicado!
Caloroso abraço! Saudações tierneyanas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver




,

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Dia Nacional do Patrimônio Nacional

Caros confrades/passageiros!
Ontem, depois de muito trabalho para trancafiar a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, na cabine nº 5, deste vagão do Expresso do Oriente sob meu comando, porque ela estava sôfrega para também participar lá no Centro Cultural da Juventude da Vila Nova Cachoeirinha, da:

Mesa-Redonda 03: 
A paixão pelo patrimônio cultural
- Douglas Nascimento, jornalista e membro titular do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. É responsável pelo sítio eletrônico “São Paulo Antiga” – http://www.saopauloantiga.com.br/; (que não compareceu por motivos alheios a sua vontade).
- Martin Jayo, economista e professor da EACH/USP. É responsável pelo blogue “Quando a cidade era mais gentil” – http://quandoacidade.wordpress.com/
- Nabil Bonduki, arquiteto e urbanista, professor da FAU/USP e vereador na Câmara Municipal de São Paulo. 
- Mediação: José Carlos Vaz, administrador e professor da EACH/USP. 
Este evento foi patrocinado pela municipalidade paulistana em parceria com a Universidade de São Paulo.
Jamais permitiria a participação da mexeriqueira mor, porque ela quer porque quer oferecer seus disputadíssimos agrados, conhecidíssimos até nos confins do deserto de Gobbi, ao ilustre Prof Dr. Martin Jayo e, claro, nem em pensamento permitirei que ele fique seduzido pela lábia da sirigaita, porque "ela" é uma mala sem alça...
Folguedos e divagações à parte, no dia ainda em curso, tive uma tarde inesquecível e agradabilíssima, porque tive a prerrogativa de rever meu estimado amigo Martin discorrendo sua vasta sapiência, que vai muito além dos domínios da economia, porque ele é eclético!
Caloroso abraço! Saudações patrimoniais!
Até breve...
João Paulo de Oliveira 
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver


PS - Que desejar ver mais fotografias deste evento patrimonial acessem a minha página no facebook:
https://www.facebook.com/joaopaulo.deoliveira.54/media_set?set=a.10204502726918040.1073741900.1528665277&type=3

Espaço Itaú de Cinema

Caros confrades/passageiros!
Sempre frequento os Espaço Itaú de Cinema - Augusta e do Shopping Center Frei Caneca, onde tenho a prerrogativa de conhecer pessoas que têm a minha mesma predileção pela fascinante Arte das Imagens em Movimento, como por exemplo, o meu amigo e parceiro de ofício Sebastião Paz!

LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!
Caloroso abraço! Saudações cinéfilas/aprendizes!
Até breve...
João Paulo de Oliveira

Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

domingo, 17 de agosto de 2014

Tributo ao "Clube do Professor"

Caros confrades/passageiros e parceiros de ofício!
Na condição de assíduo frequentador do "Clube do Professor", convido  meus pares para que  prestigiem este evento, promovido pela Assembleia Legislativa paulista, que teve a auspiciosa iniciativa em prestar tributo ao "Clube do Professor", um projeto cultural patrocinado pelo Espaço Itaú de Cinema, que há 13 anos promove sessões de cinema - em algumas delas seguida de debates - aos sábados, às 11 horas,  sobre películas que estão em cartaz, de maneira graciosa, destinadas aos regentes, que têm como como  escopo o  árduo/fascinante ofício  de mediar e facilitar o adentramento, no fascinante e interminável mundo do conhecimento, de seres viventes que estão na idade primaveril!
Espero encontrá-los naquele recinto do Poder Legislativo  no dia e horário aprazado!
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!
Caloroso abraço! Saudações aprendizes!
Até breve...
João Paulo de Oliveira

Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

sábado, 16 de agosto de 2014

Lauren Bacall (1924-2014)



Cartaz de uma película de 1945 e fotografia de 2011.

Caros confrades/passageiros!
Como disse o Todesca: O tempo é inexorável.
O que nos espera?
A não existência...
Max! Traga meus sais centuplicado!
Caloroso abraço! Saudações inexoráveis!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver


sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Mais uma irmãzinha indicada pelo Todesca!

Caros confrades/passageiros!
A irmã Gyoconda Ferro Salgado, madre superiora do Convento das Redentoras Humilhadas fica num estado de excitação exacerbada quando vê adentrar no Convento as irmãzinhas indicadas pelo Todesca!
Como ela também é assecla mor da "Ordem das Filhas de Maria sem Calcinhas" iniciou uma trezena para que o Todesca fique sempre garboso, vigoroso, sagaz, erudito e de bem com a vida!
Caloroso abraço! Saudações todeschinianas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

O que seria da minha insulsa existência sem as fantasias?

Caros confrades/passageiros!
Minhas queridas amigas Gloria Policano e Cristina Fonseca tornam minha fantasia com a minha amada imortal, a inigualável atriz Gene Tierney (1920-1991) factível quando me enviam de mimo fotomontagens, como se de fato este reles escrevinhador outonal e insulso professorzinho e coordenadorzinho pedagógico aposentado estivesse ao lado desta inesquecível e inigualável atriz!
Caloroso abraço! Saudações tierneyanas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

O que nos aguarda na próxima estação?

Fonte: http://arqtodescadois.blogspot.com.br/
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Lauren Bacall (1924-2014)


Caros confrades/passageiros!
A existência da Lauren Bacall cessou.
Max! Traga meus sais centuplicado!
Caloroso abraço! Saudações bacalletes!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver
LUZES! CÂMERAS! AÇÃO!


Marília Sirolli

Anúncio de 1904.
Fonte: http://arqtodesca.blogspot.com.br/

Caros confrades/passageiros!
A distinta garota propaganda é a minha querida amiga e parceira de ofício Marilia Sirolli, que também exercia esta profissão, porque os parcos vencimentos que recebia do cargo de professora, que ocupava no Educandário Caetano de Campos, não eram suficientes para sua subsistência.
Nos finais de semana ela adorava nadar no rio Tietê e era sempre observada por uma legião de admiradores, que não perdiam a esperança de pegar na sua... mão esquerda.
Folguedos à parte, querida Marília sinto muita falta do nosso convívio profissional e torno de domínio público, que a tenho em alta estima e consideração e jamais esquecerei o apoio que me deu nos momentos dos percalços do nosso árduo/fascinante ofício!
Vamos no mês vindouro no Centro de Tradições Gaúchas lá no bairro diademense do Eldorado?
Caloroso abraço! Saudações sirolletes!
Até breve...
João Paulo de Oliveira

Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Robin Williams (1951-2014)

Caros confrades/passageiros!
Tomei a liberdade de copiar de um dos imperdíveis blogs do Todesca
http://arqtodesca.blogspot.com.br/
o tributo que prestou ao inesquecível ator Robin Willians (1951-2014), que deixou marcas indeléveis na fascinante Arte das Imagens em Movimento, bem como uma legião de fãs, que os consideravam como se fosse um amigo de infância.
Que tristeza profunda ter ciência da dura realidade de saber que um ser vivente brilhante e talentoso deixou de existir.
Quando o via em magníficas e inesquecíveis interpretações, que me deixavam alegre ou emocionado, ficava cá a divagar a próxima película que teríamos a prerrogativa de vê-lo em ação.
Quando passar este choque inicial pretende escrever uma Epístola Pauliana endereçada ao notável ator, que deixou marcas indeléveis na fascinante Arte das Imagens em Movimento e - como toda certeza - terá uma legião de fãs nas gerações do porvir.
Estou sem chão...
Caloroso abraço! Saudações compungidas!
Até breve...
João Paulo de Oliveira
Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

"Poesia. Beleza. Romance. Amor.
Por estas coisas é
que continuamos a viver."
SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS




























































































































































































































































































































Google+ Badge